Postagens populares

Seguidores

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Vinícola ou vitivinícola?

Na verdade os 2 termos tem significado diferente;


Vinícola é o lugar onde se produz o vinho, que para ser uma vitivinícola tem que ter toda a sua produção de uvas própria, ou seja não comprar a matéria prima de terceiros.

Isso traz um valor agregado muito grande ao vinho, já que sua produção fica limitada, diminuindo sua oferta, o cultivo das videiras aos olhos do dono tendem a dar um aspecto artesanal ao vinho, já que todo o processo é feito no mesmo local e as garrafas dificilmente serão encontradas espalhadas por ai em qualquer vendinha devido a produção ser em baixa escala.


quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Um pouco de paciência

Ela tinha uns 20 ou 25 anos a mais que eu, só há algum tempo que descobri isso, naquela época acreditava em tudo que diziam e achava que ela tinha 40. Hoje eu sei que as mulheres dificilmente abrem o jogo sobre a idade e bem eu não estava me importando muito com isso.


Era um relacionamento de muito aprendizado e paciência que duraram algumas semanas sem fazer um mês. Me lembro muito bem que comecei a despertar o paladar para o vinho naquelas semanas, por pura influencia, hoje se a encontra-se faria questão de agradecer, confesso que demorou um pouco para me acostumar com o paladar, ela fazia questão de escolher os rótulos que me introduziriam para o mundo de prazer eu não conseguia esconder a careta, essas semanas não foram suficientes para me tornar um amante fiel, porém acabou sendo meu inicio e me lembro da celebre frase a cada golada.


- Não se preocupe, o vinho irá te esperar.


Alguns anos depois saberia que essa frase um pouco manjada, mas desconhecida para mim, era bem cientifica além de um belo ditado popular. Em outro post conto mais um pouco,,,

domingo, 3 de novembro de 2013

Tinto?

Red, Rosso e Rouge...

Inglês, italiano e francês...

vermelho, vermelho e vermelho...

Você toma vinho vermelho?

Foi o que me perguntaram, as crianças fazem boas perguntas

Quando ia falar que o certo era TINTO eis que li na garrafa

Rosso.

Não foi a primeira vez que vi obvio, mas então fui pesquisar...

Em espanhol também se fala TINTO para os vinhos "rojos"

Beber um vinho vermelho me faz até mal se quer saber...

Depois de tanto tempo usando outra expressão

Em uma curta pesquisa no google parece que esse nome foi puxado

dos vinhos tingidos antigamente para ficarem vermelhos e os

"originais" de hoje em dia pegaram o apelido.

Imagino eu que deve existir ainda hoje as duas categorias

Que estão misturadas, e ninguém tem vontade de separa-las

Talvez a nova geração: Etanol!



Acabaram com o nome álcool e você nem percebeu? Tá ficando velho. 

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Aficionados

Vinho  > história > Roma Antiga > Vinho Romano > Romanos > Hoje > Curiosidade > Antepassados > Ciência > Prazer >


É preciso muita ciência para depois tirar toda ela e imitar, usando a ciência, técnicas de mais de 2 mil anos atrás para imitar o vinho da Roma antiga.

Adoraria experimentar, história, vinho, uma grande combinação de prazer.



quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Mais ou menos assim

A chave quase não abria a porta,

depois quase não saia da fechadura,

Chegou sem falar nada, respiração ofegante, sacou a rolha

encheu a taça,

trancou-se no quarto,

o vinho ajudou a dormir,

se hoje fosse o último dia da minha vida

ficaria arrependido de mais.


quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Recordação

Guardo os rótulos, as garrafas e preservo os amigos.

E quando menos espero vão indo os anos, os amigos e amarelam-se os rótulos.

E essa necessidade dos velhos companheiros ficam apenas remediadas com novos;

que escutam nossas histórias, mas elas não são a mesma coisa, parecem mentirosas;

então percebemos porque mantemos todo aquele contanto, aquela recordação

seria tão forte o medo de tudo aquilo não existir, de repente parece que todos aqueles anos

sem todos por perto, foram como uma mentira da própria mente;

e de tanto pensar a vida da um jeito de lembrar que foi verdade, uma vez ou outra;

vemos alguém e recordamos juntos, sem assuntos novos nos confortamos com o passado

de preferência com uma nova testemunha ao lado, ah sanidade!

Como você é importante em nossa vida...

Se soubesse de tudo isso, se tivesse uma leve tendência a imaginar o futuro;

Guardaria cada garrafa em cima da mesa onde foi deixada, vazia, trancada com a rolha, dentro uma foto do brinde, ou muitas assinaturas, e nas noites de nostalgia beberia sozinho as lembranças de todas as marcas.