Postagens populares

Seguidores

sábado, 2 de janeiro de 2010

Ano novo, velhos hábitos!

Dá uma lida na notícia abaixo:


"Brasileiro consome apenas um copo de espumante por ano

Apesar do crescimento no volume consumido de espumantes no País, os brasileiros bebem apenas um copo da bebida por ano, segundo estimativa de Daniel Salton, presidente da vinícola que leva seu sobrenome. Enquanto no Brasil são consumidos 15 milhões de litros anuais, na Espanha o número atinge a marca dos 120 milhões."

Essa estimativa, que provavelmente tem lá o seu embasamento se tratando de muitas pesquisas comerciais que são feitas, só vem a dizer uma coisa...

O brasileiro padrão, que come arroz todo dia com feijão consome "espumante" apenas nas festas de final de ano, uma taça e olhe lá.

Mas vejamos pelo lado do consumidor, qual a melhor pedida, tomar uma skol gelada ou abrir uma garrafa de chuva de prata?

Digamos que os nossos espumantes acessíveis para todo o ano, são extremamente "broxantes".

Os melhores do mercado, podemos dar ao luxo de beber apenas em ocasiões muito especiais, isso os torna realmente inesquecíveis.

Bebida "Broxante"
"Não chore ao ver momentos felizes acabados...
mas sorria ao lembrar que um dia eles existiram."


Um comentário:

Anônimo disse...

Os paises que adotaram a cultura do vinho normalmente consideram o espumante como uma bebida para celebrar e nao uma bebida simplismente. Dentre os varios etilos de Champgane produzidos por uma casa de champagne ou um pequeno produtor, sempre tem um basico, 'Tradition" e um 'Prestige ou Millessime", um para o dia-a-dia, e o outro para momentos especiais os quais nao nescessariamente teriam que ser consumidos somente em festas de anniversario ou de fim de ano. Eu sempre crio momentos especiais para abrir uma bela garrafa de champagne, espumante, cava, frizzante, Sekt, etc.
Quanto aos habitos do brasileiro em relacao ao vinho, ainda e' muito cedo para avaliar. O que eu tenho notado: gosto por vinhos (tinto) grandes, alcoolicos e poderosos ao passo que em se tratando de um pais tropical, vinhos brancos, roses, tintos leves e refrescantes e certamente espumantes, seriam mais adequados. Finalmente o brasileiro nao consumne espumante porque muitos brasileiros nao descobiram ainda o prazer do vinho branco, que em um dia quente de verao seria muito mais prazeroso tomar um vinho aromatico, sutil, delicado, vivaz e refrescante que uma martelada na cabeza produzido por qualquer vinho tinto, gordo e viscoso. Pra terminar, voce tem razao, o preco nao ajuda e qando o preco e' bom o espumante deixa de agradar.
tim tim! e um feliz 2010!
savio